Mitos e verdades
sobre filtro solar

O filtro solar é indispensável para evitar queimaduras e até mesmo câncer de pele nos períodos de exposição ao sol. 

Um dos motivos para se preocupar é que dois terços de todos os diagnósticos de câncer são referentes à pele, totalizando 185 mil novos casos registrados por ano. 

Mesmo sendo tão importante, existem muitos mitos quanto à forma correta de usar o filtro solar. As principais dúvidas giram em torno do fator de proteção ideal e da quantidade a ser aplicada. 

Para corrigir essas informações imprecisas, Ana Carolina Pareja Isa, professora de Cosmetologia da Universidade Positivo (UP), esclareceu os principais mitos e verdades sobre o assunto!

1. QUANTO MAIS ALTO O FPS, MAIS ALTA A PROTEÇÃO
Mito! O fator de proteção solar não tem relação direta com a capacidade de proteção, mas sim com o tempo que a pessoa pode ficar exposta no sol. 

“Se o FPS do produto é 30, isso significa que a pessoa está 30 vezes mais protegida de queimaduras solares, em relação ao tempo, do que se estivesse exposta ao sol sem filtro solar”, exemplifica. 

2. FILTRO FÍSICO É MELHOR QUE QUÍMICO
Mito! A principal diferença está na composição, mas ambos são eficazes. Enquanto o químico absorve a radiação, o físico impede a entrada dos raios solares.

“O ideal é que o filtro solar tenha uma composição mista, o que aumenta a proteção. Contudo, os físicos são menos irritantes do que os químicos, sendo mais indicados para crianças e gestantes”, diz.

3. A QUANTIDADE IDEAL PARA O ROSTO É UMA COLHER DE CHÁ
Verdade! A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) recomenda uma quantidade abundante, cerca de 2 mg/cm² de pele. 

“Para facilitar, utilizamos a regra da colher de chá. No rosto, sugere-se uma colher de chá. Para o tronco, use duas colheres, assim como em cada braço e perna”, orienta Isa. 

4. PROTETORES COM COR PROTEGEM DAS LUZES DO COMPUTADOR
Verdade! O responsável pela proteção nesses produtos é o pigmento (óxido de ferro). Devem ser aplicados duas vezes ao dia em quantidade generosa. 

5. APLICAR FILTRO COM A PELE MOLHADA DIMINUI A EFICÁCIA
Verdade! A melhor maneira é secar a pele antes de aplicar e/ou reaplicar. 

6. FILTRO SOLAR EM SPRAY NÃO PROTEGE
Mito! “O que exige cautela é com relação à aplicação, que deve ser homogênea, e lembrar da reaplicação a cada duas horas”, alerta a especialista.

7. NÃO FAZ DIFERENÇA APLICAR ANTES OU DEPOIS DE SAIR DE CASA
Mito! A recomendação é aplicar 30 minutos antes de se expor ao sol para que o produto crie uma película homogênea na superfície da pele. 

Outra dica nesse sentido é não colocar roupas após a aplicação de filtro solar até a epiderme secar para ir à praia ou à piscina, por exemplo. 

8. PROTETOR SOLAR HIDRATA A PELE
Verdade! “Existem muitos filtros solares enriquecidos com princípios ativos hidratantes, como ácido hialurônico, vitamina E, D’pantenol”, conclui. 

TEXTO: Raquel Borges
REVISÃO: Milena Garcia/Vivian Ortiz
EDIÇÃO: Marcos Souza

SUPERVISÃO: Vitor Balciunas 
CRÉDITOS: Tenor | Freepik

Clique Aqui