Entenda o que é a
alopecia! 

O Oscar teve uma situação bastante inusitada
em 2022. 

Will Smith agrediu o comediante Chris Rock após
este último fazer uma piada sobre o visual careca
da esposa do ator, Jada Pinkett Smith. Acontece que
ela sofre de alopecia.

Trata-se de um problema que se divide em dois
tipos principais: androgênica e areata. Ambos não
são contagiosos e afetam pessoas de todas as
idades. 

A calvície mais comum é a alopecia androgênica,
que afeta os homens em maior escala do que as
mulheres. 

De acordo com a Sociedade Brasileira de
Dermatologia, a perda de cabelo neles tende a se
concentrar no topo do couro cabeludo. 

Já no caso delas, as falhas são difusas entre as
regiões da cabeça, como as famosas “entradas”.

O problema pode ser desencadeado por inúmeros
fatores de ordem genética e hormonal. 

Além disso, o excesso de hormônios andrógenos
(masculinos) também pode ser associado à queda
de cabelo - como o próprio nome indica. 

Por sua vez, a alopecia areata é caracterizada por
falhas circulares sem a presença de nenhum fio de
cabelo. 

Em alguns casos, a perda dos fios pode ser discreta
e, em outros, atingir todo o couro cabeludo.

BASTANTE SOFRIMENTO

Como lembra a psicóloga Maria Rafart, quando
falamos no imaginário coletivo, mulheres têm
cabelos fartos e homens têm cabelos curtos. 

Isso faz com que, na prática, um homem careca
tenha mais aceitação do que uma mulher que
perdeu seus cabelos. 

Assim, mulheres portadoras de quaisquer doenças
que causem calvície, como algumas doenças
autoimunes ou alopecia androgenética, têm pavor
de se tornarem calvas.

TEXTO: Juliana Ribeiro
REVISÃO: Vivian Ortiz
EDIÇÃO: Caroline Duarte 
SUPERVISÃO: Vitor Balciunas 
CRÉDITOS: Tenor, Pixabay e Unsplash

CLIQUE AQUI