Como economizar na
compra de remédios?

Você sabia que as famílias brasileiras comprometem
até 30% do orçamento na compra de remédios? É o
que apontam os dados do IBGE.

Sendo assim, reduzir esses gastos pode trazer um
alívio significativo às finanças - especialmente
diante do aumento dos preços dos medicamentos
devido à pandemia. 

Foi pensando nisso que a Febrafar de Pesquisa e
Educação Continuada (IFEPEC) e o PROTESTE
elaboraram uma lista sobre como economizar na
compra de remédios. Confira! 

Dica 1: Solicite a quantidade exata que você precisa.
Assim, você evita gastos desnecessários e faz uso
consciente da medicação, sem causar desperdícios.

Dica 2: Compare preços em vários locais. Até mesmo
as farmácias no mesmo bairro podem sofrer
diferenças de valores. Na internet, busque por sites
que comparam preços das drogarias.

Dica 3: Opte por genéricos. Aprovados pela Anvisa
por serem seguros e eficazes, esses medicamentos
costumam custar menos do que a fórmula de
referência.

Dica 4: Procure pelos programas de descontos dos
laboratórios. Basta se cadastrar no site do laboratório
fornecendo seus dados. A dica vale mais ainda para
quem faz uso recorrente de medicamentos.

Dica 5: Busque programas de descontos
conveniados às drogarias e laboratórios, que
oferecem descontos variados em diferentes
produtos. Um exemplo deles é a plataforma
Epharma. 

TEXTO: Karla Precioso
REVISÃO: Milena Garcia/Vivian Ortiz
EDIÇÃO: Caroline Duarte 
SUPERVISÃO: Vitor Balciunas 
CRÉDITOS: Tenor e Freepik 

CLIQUE AQUI