Benefícios da
aromaterapia no dia a dia

A aromaterapia consiste na utilização dos óleos
essenciais (concentrados voláteis) e vegetais
(gorduras extraídas das plantas) para a promoção
da saúde e do bem-estar.

Não à toa, o método é reconhecido pela ANVISA
como uma prática terapêutica secular complementar
a outros tratamentos (PICs). 

Para o químico Rodrigo Maffei, os preceitos da
aromaterapia são: manutenção da boa forma física,
alimentação consciente, relaxamento profundo e
direcionamento do pensamento.

O especialista aponta que as formas de utilização
 dos óleos essenciais e/ou vegetais podem variar
desde banhos, massagens e escalda-pés passando
por inalação e colares aromáticos.

O ideal é consultar um profissional na área, como
 médicos ou aromaterapeutas, para descobrir qual é
a melhor forma de usufruir dos benefícios físicos e
emocionais da aromaterapia. 

Na sequência, separamos tudo o que você precisa
saber para adentrar no mundo dos óleos!

Óleos essenciais: são misturas complexas extraídas
de diversas partes das plantas - como folhas, flores
e cascas de frutas. Têm como principal característica
o odor marcante. 

Os óleos essenciais de lavanda, alecrim e
hortelã-pimenta são os mais comuns para serem
utilizados através da inalação. 

Para o uso tópico, os óleos essenciais de lavanda e
bergamota são destacados pelo químico como bons
aliados das massagens relaxantes ou até mesmo na
hora do banho. 

Rodrigo Maffei recomenda misturar 60 ml de óleo
de abacate, 30 gotas de óleo de yuzu e 10 gotas de
óleo de patchouli para benefícios à pele e ao bom
humor. 

Óleos vegetais: são gorduras extraídas das plantas
por meio da prensagem das sementes, cascas, grãos
e polpas dos frutos. Costumam ser utilizados como
aliados dos óleos essenciais na aromaterapia. 

Os mais benéficos são: gergelim, castanha-do-pará,
açaí, andiroba, coco-babaçu, rosa mosqueta,
calêndula, jojoba, baobá e germe de trigo. 

As propriedades desses compostos variam desde
a cicatrização à emoliência e antioxidação da pele -
especialmente quando aplicados juntos aos óleos
essenciais em massagens, por exemplo. 

Aos interessados no método, Rodrigo Maffei alerta
que a integração de outras práticas terapêuticas à
aromaterapia é fundamental para obter resultados
ainda mais vantajosos. 

“Conhecer e aplicar os conceitos de aromaterapia
no dia a dia é um desafio que pode proporcionar
diversos benefícios à saúde, principalmente, a longo
prazo”, conclui o especialista. 

TEXTO: Karla Precioso
REVISÃO: Milena Garcia/Vivian Ortiz
EDIÇÃO: Caroline Duarte 

SUPERVISÃO: Vitor Balciunas 
CRÉDITOS: Tenor e Freepik 

CLIQUE AQUI