5 dicas para a sua vida financeira

Sempre é tempo de revisar os planos relacionados às finanças, isto é, analisar os gastos, estudar investimentos e compreender como o próprio comportamento financeiro pode ajudar a atingir as metas. 

Para auxiliar nessa tarefa, André Souza, diretor de investimentos do PagBank PagSeguro, preparou cinco dicas para organizar a vida financeira e alinhar as expectativas. Vem ver! 

ESTABELEÇA METAS
Traçar metas e definir as etapas do processo são essenciais para o planejamento sair do papel. 

Assim, é possível manter o pensamento nos objetivos e diminuir o risco de cair em tentações e abandonar o objetivo. O método SMART orienta traçar as metas em cinco pilares. Veja!

Específica: o que eu quero? 
Mensurável: Quanto preciso? Quanto poupar?Atingível: É compatível com minha renda?
Realista: Qual a prioridade da meta?
Temporal: Em quanto tempo quero realizar? 

MELHORE SEUS HÁBITOS
A organização e o equilíbrio da vida financeira dependem muito de nossas atitudes e hábitos. 

“Conheça seus hábitos e comportamentos, eliminando gastos desnecessários. Pesquise preços, liste o que precisa adquirir e evite compras em muitas parcelas", indica.

MANTENHA O SEGURO EM DIA
É muito comum que, com a correria do dia a dia, não passe pela cabeça que imprevistos podem acontecer, seja um acidente com o celular ou até mesmo um problema de saúde. 

Por isso, manter os seguros em dia é extremamente importante, pois eles garantem o bem-estar, a tranquilidade e a saúde financeira durante todo o ano. 

FIQUE DE OLHO EM PROMOÇÕES
Realizar pesquisas para aproveitar os melhores descontos em produtos e serviços que você necessita são ótimas práticas. Mas fique atento e utilize apenas portais confiáveis.

REVISE SEUS INVESTIMENTOS
Dependendo da saúde financeira atual, começar a investir pode estar associado aos projetos futuros. 

Para quem está iniciando, o CDB é uma boa aplicação de renda fixa com baixo risco e boa rentabilidade. O valor aplicado fica separado do saldo da conta, e, assim, é possível guardar as economias. 

Outra opção é o Tesouro Direto, que são títulos acessíveis, a partir de aproximadamente R$ 30, para objetivos de curto, médio e longo prazos, com a garantia do Tesouro Nacional e rendimento diário. 

TEXTO: Karla Precioso
REVISÃO: Milena Garcia/Vivian Ortiz
EDIÇÃO: Marcos Souza

SUPERVISÃO: Vitor Balciunas 
CRÉDITOS: Tenor | Freepik

Clique Aqui